Bahia registra 47 mortes por dengue em 2024 e mais de 150 mil casos

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

A Bahia registrou 47 mortes por dengue e 153.404 casos prováveis da doença, em 2024. Os dados divulgados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), na última segunda-feira (22), apontam que os dois últimos óbitos foram notificados em Coaraci, no Sul da Bahia, e Luís Eduardo Magalhães, no extremo oeste do estado.

As identidades e informações sobre as vítimas não foram divulgadas pela pasta. De acordo com o órgão, houve um aumento de 702,9% no número de casos, em comparação ao ano passado. Em 2023, foram obtidos cerca de 19.106 casos prováveis.

A Sesab informou que Vitória da Conquista segue liderando o número de casos, com 24.111, seguida por Salvador, com 6.796, e Feira de Santana, com 6.239 casos prováveis da doença. Já a taxa de letalidade na Bahia é de 2,9%, menor do que a média nacional.

No geral, foram confirmados 47 óbitos por dengue nos municípios de Vitória da Conquista (10); Jacaraci (4); Juazeiro (4); Feira de Santana (3); Piripá (3); Barra do Choça (2); Caetité (2); Coaraci (2); Santo Antônio de Jesus (2); Bom Jesus da Lapa (1); Caculé (1); Caetanos (1); Campo Formoso (1); Carinhanha (1); Encruzilhada (1); Guanambi (1); Ibiassucê (1); Irecê (1); Ipiaú (1); Luís Eduardo Magalhães (1); Palmas de Monte Alto (1); Santo Estevão (1); Seabra (1); e Várzea Nova (1).

Atualmente, 256 municípios se encontram em epidemia de dengue. Outros 69 estão em risco e 43 estão em alerta.


Acompanhantes de Gyn