Infectologistas consideram 'pouco provável' contaminação em pacote de frango 

Foto: Reprodução/TV Globo

Foto: Reprodução/TV Globo

Especialistas consideram pouco provável que um pacote do frango tenha sido contaminado pelo coronavírus no Brasil. Infectologistas foram procurados pelo G1 para comentar a informação divulgada pela cidade de Shenzhen, na China, de que teria detectado traços do novo coronavírus na superfície de pacote de frango importado do Brasil.

O país é o maior produtor mundial de frango, ressalta a reportagem.

O número de registro informado pela governo da cidade chinesa, indica que o lote pertence ao frigorífico Aurora, localizado em Santa Catarina. O G1 procurou a empresa, que afirmou, por meio de assessoria, que a mercadoria leva 40 dias para chegar à China.

"Não existe comprovação científica que, mesmo estando congelado, o vírus poderia sobreviver na superfície tanto tempo [40 dias]", explica o infectologista Marcelo Otsuba, ouvido pela reportagem. "Por isso, é muito pouco provável que o produto tenha sido contaminado no Brasil. O mais provável é que a contaminação tenha ocorrido no final, já na China, depois de ser manipulado por alguém contaminado", completou o especialista.

Fonte: Bahia Notícias