Nove armas de fogo são apreendidas por dia na Bahia, de janeiro a setembro de 2020

Flagrantes aconteceram em Salvador, na região metropolitana e no interior do estado, segundo balanço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

Armas foram apreendidas entre janeiro e setembro de 2020, na Bahia - Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

Armas foram apreendidas entre janeiro e setembro de 2020, na Bahia - Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

De janeiro a setembro de 2020, 2.253 armas de fogo foram apreendidas na Bahia, o que representa uma média de nove por dia. Metralhadoras, entre elas uma antiaérea calibre 50, fuzis, espingardas, pistolas e revólveres foram retirados das ruas. O balanço foi divulgado pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), neste domingo (27).

Segundo a SSP, os flagrantes aconteceram em Salvador, na região metropolitana e no interior do estado. Entre as apreensões, na cidade de Belmonte, dia 13 de setembro, uma metralhadora antiaérea calibre 50 e quatro fuzis foram localizados.

Em Salvador, uma ação integrada do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), com o Comando de Policiamento Especializado (CPE), também apreendeu dois fuzis, uma carabina, duas metralhadoras e cinco espingardas, no bairro de São Gonçalo, no dia 18 de agosto. Cinco criminosos morreram em confronto com a polícia.

Já nas últimas 48 horas, 20 armas de fogo foram apreendidas em Salvador, região metropolitana e interior. Na cidade de Nilo Peçanha, três pistolas e dois revólveres foram encontrados com uma quadrilha. Cinco suspeitos morreram em confronto com a polícia.

Em Camaçari, cinco espingardas e um revólver foram encontrados durante ações das polícias Civil e Militar. Dois homens e uma mulher, integrantes de uma facção, foram presos.

Na cidade de Araçás, uma espingarda e um revólver foram encontrados durante cumprimentos de mandados de busca e apreensão. Já em Salvador, durante uma blitz, duas pistolas fabricadas na Áustria e nos EUA foram encontradas com um adolescente e um adulto, no bairro de Cajazeiras.

Outras armas foram encontradas nos bairros de Nordeste de Amaralina e Boca do Rio, na capital, e na cidade de Alagoinhas.