Aumenta número de busca por transplantes de fígado na pandemia por consumo de álcool

Foram avaliados 51.488 novos registros em lista de espera e 32.320 doa√ß√Ķes de 1¬ļ de janeiro de 2016 a 31 de janeiro de 2021

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A busca por transplante de fígado para pacientes com hepatite alcoólica aumentou significativamente durante a pandemia da Covid-19. O número ultrapassou as expectativas em 59% na lista de espera e 62% nas doa√ß√Ķes vindas de falecidos.

As informa√ß√Ķes, publicadas na revista científica JAMA, foram organizadas por pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. Eles utilizaram dados da plataforma United Network for Organ Sharing para analisar a quantidade de pessoas com mais de 18 anos que estavam na lista de espera ou buscavam transplante de fígado nos EUA.

Foram avaliados 51.488 novos registros em lista de espera e 32.320 doa√ß√Ķes de 1¬ļ de janeiro de 2016 a 31 de janeiro de 2021. Em compara√ß√£o com as tend√™ncias antes da pandemia, houve uma redu√ß√£o geral na procura por transplante de fígado apenas de mar√ßo a maio de 2020. Nos demais meses, de junho de 2020 a janeiro de 2021, os valores superaram a previs√£o de crescimento.

Além disso, os pesquisadores indicam que houve uma correla√ß√£o entre a alta nas vendas de √°lcool no varejo e o aumento de casos envolvendo o transplante de fígado para pessoas com hepatite alcoólica. "Embora n√£o possamos confirmar a causalidade, esse aumento desproporcional em associa√ß√£o com o aumento das vendas de √°lcool pode indicar uma rela√ß√£o com aumentos conhecidos no uso indevido de √°lcool durante a Covid-19", indica o estudo.

Segundo os cientistas, o aumento da lista de espera durante a Covid-19 representa uma pequena fra√ß√£o porque menos de 6% dos pacientes com problemas no fígado por abuso de √°lcool s√£o listados para transplante.