Confira orientações do Ministério da Saúde para enfrentar onda de calor

Foto: Reprodução/Seconar Service

Foto: Reprodução/Seconar Service

Diante de uma nova onda de calor e altas temperaturas que, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), afetam principalmente as regiões Norte, Sudeste e Centro-Oeste do pa√≠s, o Ministério da Sa√ļde reforçou uma série de cuidados para a população enfrentar este per√≠odo. A pasta também disponibilizou uma p√°gina especial com mais recomendações.

Uma das principais orientações é ingestão de √°gua, fundamental porque ocorpo precisa de l√≠quido para manter a temperatura ideal de funcionamento. O uso do filtro solar também é essencial, devendo ser aplicado 30 minutos antes da exposição ao sol para que seja absorvido e deve ser reaplicado a cada duas horas em que permanecer ao sol. O produto deve ser espalhado por todas as partes do corpo, incluindo mãos, orelhas, nuca e pés.

De acordo com a diretora do Departamento de Vigil√Ęncia em Sa√ļde Ambiental e do Trabalhador, Agnes Soares, até mesmo as pessoas que moram em lugares em que estão acostumadas com o calor t√™m de pensar em formas de se proteger durante o per√≠odo de altas temperaturas.

"Idosos, crianças, mulheres gr√°vidas, pessoas doentes ou acamadas são vulner√°veis e merecem mais atenção. Idosos e crianças, por exemplo, t√™m muita dificuldade de reconhecer a sede. Por isso, é necess√°rio oferecer √°gua com muito mais frequ√™ncia a eles", alerta Agnes.

Confira alguns cuidados essenciais para se proteger do calor:

– Aumente a ingestão de √°gua ou de sucos de frutas naturais, sem adição de aç√ļcar, mesmo sem ter sede;

– Evite bebidas alcoólicas e com elevado teor de aç√ļcar;

– Evite a exposição direta ao sol, em especial, de 10h às 16h;

– A exposição ao sol sem a proteção adequada contra os raios ultravioleta deixa a pele vermelha, sens√≠vel e com bolhas. Use protetor solar;

– Use chapéus e óculos escuros;

– Proteja as crianças com chapéu de abas.